Buscar

Inquietação e rupturas coletivas

Em tempos de pandemia, há incerteza por todos os lados, e isso, por si só, inquieta muito a todo e qualquer ser humano, em maior ou menor intensidade. A inquietação é uma excelente oportunidade para revisitar a gente mesmo, seja por não se ter qualquer previsibilidade sobre o que virá hoje no final do dia e nem daqui a uma semana, seja pelo fato da maioria perceber que as ações e escolhas feitas até então têm que, no mínimo, ser revisadas e quiçá ajustadas, ou até modificadas por completo.


O ser humano é um ser em evolução, e tal evolução potencialmente leva à maior consciência sobre si, sobre seus principais talentos e sobre suas vulnerabilidades. Para evoluirmos é fundamental que haja inquietude!


Inquietude para mudar os rumos profissionais, inquietude para ter interações melhores com os que convivemos, para iniciarmos novas interaçõe